joomla site stats
Deu na Imprensa
Foie gras em ponto morto
[5 mai 2016 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Deu no Le Figaro, do qual traduzi o título acima. Até o dia 15 de agosto, o abate de patos está suspensa na França. Segundo o jornalão, naõ se trata do  resultado de qualquer grita contra os processos de produção do foie gras, mas pela contaminação epidêmica das aves por um vírus, o H1N5, mortal [ Leia mais… ]

O máximo do mínimo
[11 abr 2016 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Perfil Luis Gutman O máximo do mínimo por Isabelle Lindote, para a edição 58 de Magazine CasaShopping   A formação em Informática e a vida estável não foram páreo para a vontade de Luis Felipe Gutman de fazer da fotografia mais do que um hobby. Apaixonado por paisagens, fez das grande angulares suas melhores amigas [ Leia mais… ]

O lado moderno dos brancos de Portugal
[28 set 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  “Seriam os vinhos portugueses os mais excitantes do planeta, na atualidade?” Quem lançou essa questão foi o crítico americano Matt Kramer, um dos mais antigos colunistas da revista Wine Spectator. Entusiasmado com as degustações que fez recentemente, tomou uma decisão extrema: ele, que tinha ido ao país apenas duas vezes em quatro décadas, como [ Leia mais… ]

Goose IPA
[19 ago 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Tem potência, aroma floral e trigueiro, casquinhas de limão no nariz e na boca. O paladar tem aquela secura e aquele frescor de uma IPA típica, com final de amargo que alarga a boca. Manto âmbar, carbonatação densa e uma textura que deixa a boca cheia. Petiscos e o hambúrguer de praxe são aos companhias. [ Leia mais… ]

Há oito anos…
[9 abr 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Se tudo der errado, vou virar um escritor de ficção de gastronomia. O porquê? Em outubro de 2007, fiz um artigo arriscando algumas previsões para o que viria no ano seguinte, de 2008. Era um tempo em que se citavam referências como o cardápio do Carême, aqui, e o El Bulli, lá. Errei um monte, [ Leia mais… ]

A viagem do syrah
[9 mar 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

O fim do verão na Europa traz as excitações e expectativas de duas colheitas para o mundo do vinho. A primeira, claro, a dos vinhedos. A segunda também envolve uvas, mas o terroir é o das livrarias. É nessa época que, quase simultâneos, surgem os dois guias mais vendidos do momento, saindo no mesmo dia, [ Leia mais… ]

O terroir da padaria
[13 fev 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Coluna de estréia de LETRAS GARRAFAIS, no caderno Rio Show, de O Globo, que reproduzo aqui a pedidos, para os amigos e leitores de outras cidades, especialmente as do Sul e de São Paulo. ATENÇÃO PARA OS PREÇOS, que são os da época da publicação da coluna.   “Ah, mas esse negócio de degustação é [ Leia mais… ]

Marsala, o quente da moda
[27 dez 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Matéria publicada na edição de 27 de dezembro de 2014 no Caderno ELA, de O Globo   “O marsala é um vinho que enriquece nossa mente, nosso corpo, nossa alma, exalando consistência e equilíbrio, com seus tons e suas notas que nos envolvem como em um abraço quente”. Essa pensata não é de nenhum sommelier, [ Leia mais… ]

Foi ela que começou…
[15 out 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Doze anos depois, essa foto da revista Esquire continua trazendo uma refinada polêmica. Nua, coberta apenas com caviar, Monica Bellucci posava para o fotógrafo Fabrizio Ferri, diante de usa entourage de iluminadores, maquiadores, auxiliares e outras testemunha felizardas. Recenetemente, em depoimento ao jornal italiano Corriere della Sera, ele revelou o que aconteceu depois: dedos em [ Leia mais… ]

Louis XIII
[28 set 2014 | Pedro Mello e Souza | Um comentário ]

Louis XIII: no conhaque dos reis, o rei no conhaque Matéria publicada no Caderno ELA, de O Globo   Os especialistas sempre discutirão o ranking dos melhores conhaques do mundo. Mas há consenso em torno do mais nobre: o Louis XIII, da Rémy Martin. São dois séculos de profundidade de cor, de vigor de aroma [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Harmonias cariocas Qual é, meu irmão, vai harmonizar?   Gosta de comida brasileira? Aprecia os quitutes cariocas? Então rasgue todas as cartilhas sobre as combinações ideais entre vinhos e pratos antes de escolher algum dos sabores mais emblemáticos da culinária do Rio de Janeiro. Afinal, qual seria a melhor harmonia para um aipim frito, [ Leia mais… ]

Com que vinho, Cecilia?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Cecilia Aldaz Oro (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Moqueca Rosé seco Um dos desafios com esse prato é fazer frente ao pimentão, ingrediente mas marcante da receita. Por isso, sugiro um vinho rosé muito estruturado, totalmente seco, mas com muita fruta vermelha, como [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, Elaine?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Elaine de Oliveira Sparkling Pointe Winery, Nova York (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Churrasco de costela Tinto com caráter Costela é uma carne rica em gordura e sabor. Para harmonizar precisamos de um vinho de caráter, estruturado, que segure a personalidade do prato. [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, Gabriela?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Gabriela Teixeira Bottega del Vino (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Cozido Um tinto leve e fresco Como o sal reforça os sabores, um vinho de muita estrutura e de muito sabor poderia sair prejudicado aqui. Para contrastar com a rusticidade dos embutidos, o ideal [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, Camila?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Camila Soares Oui Oui (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Biscoito Globo Branco seco (salgado) rosé frutado (doce) É salgado ou doce? Na dúvida, vamos escolher também os continentes. Para o salgado, sugiro um branco de pinot grigio e torrontés, de Mendoza, que é seco, [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, Edu Ferreira?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Edu Ferreira, Fasano al Mare (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014) Rabada com agrião Tinto de médio corpo A rabada e um prato de preparo lento, em que a carne fica com sabor leve mas a gordura é mais aparente. Por isso, vale a pena [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, João Pedro?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

João Pedro Lamonica, Alloro (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Caldinho de Feijão Espumante brut rosé Vai depender do grau de tempero, pois no caldinho de feijão existem temperos marcantes no paladar como alho. As gorduras de torresminhos e linguicinhas dão ao caldinho mais consistência [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, Arruda?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

ED ARRUDA, CIPRIANI (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Escondidinho de carne seca Tinto primitivo O vinho que sugiro é um tinto do sul da Itália, da uva primitivo, que poderia ser da Manduria ou Salento. O escondidinho requer perícia. É um prato estruturado com [ Leia mais… ]

Com que vinho eu vou, Lima?
[7 abr 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  LIMA Laguiole (da matéria Com que vinho eu vou?, publicada no Caderno ELA Gourmet, abril de 2014)   Bobó de camarão Chardonnay com madeira Dois diferenciais nesse prato: o dendê e coco, que pedem um vinho com madeira, um toque amanteigado como o do chardonnay. É um vinho que harmoniza muito bem com os [ Leia mais… ]

Os escolhidos de Boulud
[23 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Dois italianos, dois franceses, dois americanos. Este é o saldo da entrevista de Daniel Boulud ao jornal londrino The Telegraph, na semana passada, em que fala sobre os seus restaurantes favoritos no mundo inteiro. Foi diplomático e deu a resposta mais aguardada para a sua terra: Maison Troisgros. Outro francês, mais novinho, Les Près d’Eugénie, [ Leia mais… ]