Blind, the Beer

[11 ago 2017 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

 

Blind IPA, segunda geração de consciência na cerveja (Foto Pedro Mello e Souza)

Blind IPA, segunda geração de consciência na cerveja (Foto Pedro Mello e Souza)

 

Surpresinha no mundo das cervejas de verdade. Equilíbrio nos lúpulos e no malte dessa IPA marcada mas tranquilona, charmosa, com B de Blind, produzida pela Antuérpia, por encomenda de dois diletantes que, se são amadores na cerveja, são profissionais na qualidade: Maurício Saade (ex-Diesel) e Roger Magalhães (Esplanada Grill).

 

Agradável, perfumada, equilibrada, é uma cerveja didática, própria para quem quer se aventurar na viagem das indian pale ales. É o segundo estilo que a dupla põe no ar – a primeira, uma bohemian pilsner, levíssima, tenta reproduzir o estilo dos antigos chopes que chegavam ao Rio.

 

O nome Blind, tão elegante no rótulo quanto contundente na mensagem, é um chamado à consciência. Refere-se ao trabalho da Urece, Esporte e Cultura para Cegos, com a qual os produtores não só contribuem como também participam. B de bacana, e, para os entendedores, bom, bonito e, pro padrão, barato. Enfim, B de beer.

 

T - Copos - Cervejas - BRA - RJ - Blind 01 (Foto Pedro Mello e Souza)

Blind Lager, uma bohemian pilsner leve, da primeira tiragem da marca. (Foto Pedro Mello e Souza)

 

 

Save

Save


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *