joomla site stats
Tag: Alentejo
 
Tomate miúdo
[11 jan 2018 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Saladas alentejanas, há várias. Abusam de folhas, bacalhaus, azeitonas, algumas se aproximando até das fórmulas internacionais da salade niçoise. O curioso é que poucas delas recorrem ao tomate, um dos ingredientes que aquela saborosa fatia de Portugal mais preza em sua cozinha. Esse aí é o chamado tomate miúdo, que tem a suculência, a [ Leia mais… ]

 
Pêra Manca
[12 dez 2017 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Pêra Manca é um vinho multidisciplinar. Envolve histórias de descobrimentos, do Brasil ao Alentejo. Envolve discussões que vão das linhas dos rótulos à arte das falsificações. Envolve o avanço dos vinhos jovens e o lado venerável das velhas uvas. E envolve até as antropologias, das geológicas às linguísticas, com rápidas pinceladas de metafísica: no melhor [ Leia mais… ]

 
Doce de tomate
[12 set 2017 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Doce de tomate   2,5 quilos tomate maduro 1,250 quilo de açúcar 1 pau de canela 2 tiras de casca de limão 2 cravinhos (cabeça) 6 a 8 potes de vidro bem lavados   Tire a pele dos tomates. Depois de lavá-los bem, dê um golpe na pele, em cruz, no lado oposto ao pedúnculo. [ Leia mais… ]

 
O lado moderno dos brancos de Portugal
[28 set 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  “Seriam os vinhos portugueses os mais excitantes do planeta, na atualidade?” Quem lançou essa questão foi o crítico americano Matt Kramer, um dos mais antigos colunistas da revista Wine Spectator. Entusiasmado com as degustações que fez recentemente, tomou uma decisão extrema: ele, que tinha ido ao país apenas duas vezes em quatro décadas, como [ Leia mais… ]

 
Almoço no Esporão
[27 ago 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Reguengos, Portugal. Em um só almoço, não se esgotam as histórias sobre a Herdade do Esporão. Elas começam na chegada, com as pedras (literalmente) no caminho até a sede contando a saga da propriedade desde as origens medievais.  Na própria torre são servidos os pratos da terra, em belíssimas apresentações, logo após a degustação dos [ Leia mais… ]

 
Invejado
[14 jul 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Quem precisa de alho no bolso? Basta um pouco de duas uvas alentejanas, a antiga trincadeira e a recente aliciante bouschet pra deixar todos de olho. Mas, nada a temer, já que o rótulo do Invejado já traz o antigo olho protetor dos egípcios e esse tinto leve mas de boa estrutura e de bela [ Leia mais… ]

 
O riesling português, parte 1
[8 abr 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Arrepiado Velho seria um daqueles nomes divertidíssimos de blocos cariocas. Isso, se já não fosse uma das mais celebradas vinícolas do Alentejo moderno. Não são de lá, mas chegaram após as dicas de David Booth sobre a área de Sousel, na sub-região de Portalegre. Os rieslings dão um show de frescor (em Portugal, eles dizem [ Leia mais… ]

 
Grande, Comenda, grande…
[1 jun 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

São 20 quilômetros de Évora, a Comenda Grande tem um savoir faire que vem de 1880. Interromperam por um tempo e a terra viu crescer a cortiça, o olival, os rebanhos de ovelhas, da raça merina e do borrego alentejano. Voltaram em 2000 e começaram com uma área pequena: 30 hectares contra os 750 da [ Leia mais… ]

 
Frescor de Varal
[24 mar 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Um dos vinhos de entrada de gama da HRM – Herdade do Monte da Ribeira, o Varal é um vinho branco de bela acidez, fresco, cítrico, doçura de frutas e nariz de ervas frescas e das flores da região de clima seco, de temperaturas mais elevadas, uma das que mais crescem na região, em conceito. [ Leia mais… ]

 
A Vidigueira, segundo HMR
[7 mar 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

A corrida pelo Alentejo foi assim mesmo: corrida. Quinze vinícolas em quatro dias, de alto a baixo da região. E se não conseguimos ir a boa parte da Vidigueira, então boa parte da Vidigueira veio a nós. Foi assim com a HRM, acrônimo nobre da Herdade do Monte da Ribeira. Ali, no bem arrumadíssimo núcleo [ Leia mais… ]

 
Herdade dos Grous
[11 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Uma pesquisa recente mostra que o Herdade dos Grous já está em sexto no paladar português, atrás apenas de ícones como Barca Velha e Pera Manca. “Logo na primeira vindima, em 2004, já conquistamos prêmios de melhor vinho pela Expovinis e pela Confraria de Enófilos do Alentejo.”, diz o enólogo Luis Duarte, que não investe [ Leia mais… ]

 
Herdade da Ajuda Nova
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Vendas Novas, meio caminho entre Lisboa e Évora, o portal da vibração dos vinhos alentejanos. Na Herdade da Ajuda Nova, começam bem: são121 hectares de vinhas, mais de 80% delas reservadas às tintas, especialmente trincadeira, aragonês, castelão, alicante bouschet, syrah e a agora indefectível touriga nacional. Há ainda 12 hectares de vinhas velhas, em que [ Leia mais… ]

 
O Premium da Ajuda Nova
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Vibrante, cheiroso, intenso, enfim, um vinho guloso, como dizem por lá. É um reserva 2009 que ainda tem muito a revelar das frutas que já mostrou, em corpo elegante, de taninos e acidez que ainda vão longe. Mesmo assim, foi submetido a uma prova especial: pratos consistentes como as burras (bochechas) de porco, a rabada, [ Leia mais… ]

 
Alentejo 2.0: Syrah e Touriga
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Equilibrado, muito agradável, de aromas maduros de duas uvas que apontam o futuro do Alentejo, na combinação, quase meio a meio, das castas syrah e touriga nacional. Uma, pelos resultados diante dos rigores – calores, solos, secores; outra, pela potência e opulência de uma bandeira nacional, que, tal como na história de Portugal, desceu do [ Leia mais… ]

 
Ajuda Branco, 2012 e 2013
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Um dos vinhos da Herdade da Ajuda no caminho para o topo de gama. Aqui, temos a dupla de ataque da seleção alentejana, arinto e antão vaz, com um toque de verdelho e sustentados com 4 meses de barricas francesa e americana. Minerais, estrutura e frutas tropicais no 2013; há maciez, leveza, jasmins, oréganos, [ Leia mais… ]

 
Pêra Manca
[20 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

O Pêra Manca é um daqueles vinhos estranhos, que desafiam o paladar em cada gole, em cada minuto de evolução, em cada grau de temperatura. E muda de copo pra copo. Há notas eruditas, mas vou ficar com um lado mais lúdico, com muitas lembranças de infância que nada têm com a evolução do paladar, [ Leia mais… ]

 
A origem de todo o mel
[27 nov 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  A rigor, qualquer tipo de flor de campo ou de árvores em florestas é uma matriz de pólen para o mel. Mas a história soube selecionar alguns dos tipos mais característicos, seja pelo perfume, pela untuosidade, pela cor, pela característica medicinal. Nas origens, flores, puras e simples, árvores de aromas sutis como a acácia [ Leia mais… ]

 
O dicionário das azeitonas
[10 nov 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Você já degustou seu azeite hoje? Não? Então faça-o antes de comer e beber. De preferência na ponta de uma colher, sorvendo com o cuidado de uma criança diante de seu xarope amargo. E algum amargor será mesmo sentido, junto a um complexo de outros paladares, aromas e uma necessária picância no fundo da garganta. [ Leia mais… ]

 
Ramos de Portugal
[4 ago 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Não tenho mais paciência com a associação do ramo da oliveira com a pomba da paz ou com a falácia do dilúvio, hoje, já sabido, um tsunami que fundou o Mar Negro e afundou parte do Oriente Bíblico em lendas sobre o cataclisma. Mas abro aqui a minha exceção ao Oliveira Ramos, o azeite do [ Leia mais… ]

 
O Brasil descobre Portugal 1
[4 nov 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Descobrir Portugal não é mais tarefa para historiadores ou arqueólogos que estudam o passado, mas para alguém que dê elementos para a história e a arqueologia que vão desvendar o futuro. Essa visão metafísica do humanismo lusitano começa no dia 12 de novembro, quando um jovem grupo de festejados chefes brasileiros se reúne para recriar [ Leia mais… ]

 
Açorda
[10 mar 2012 | Pedro Mello e Souza | 2 comentários ]

  Em Portugal, há um famoso ditado que recomenda que “se queres a criança gorda, dê-lha açorda”. Mas não se trata de um suplemento infantil, pelo contrário, uma iguaria adulta – e milenar, já que a expressão vem Do árabe ‘ath-thorba’, “sopa de pão”.   É uma receita rústica cuja fórmula varia conforme a região. [ Leia mais… ]

 
Lisboa Extended Remix
[3 mar 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Entendendo o português das denominações antigas dos novos cardápios de Lisboa (Seqüência da matéria Lisboa Remix, publicada no Caderno ELA Gourmet, do jornal O Globo)     Aljezur (I.G.P.) Da localidade do mesmo nome no litoral do litoral oeste do Algarve, denominação da variedade ‘lira’ de batata-doce, de tubérculos pequenos, menores do que um punho [ Leia mais… ]

 
Os caminhos do Alentejo
[1 mar 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Os novos caminhos do moderno Alentejo Visita a vinícolas mostra os rumos das adegas e das mesas que estão levando a moda do enoturismo à região.     Para quem curte bons copos e bons pratos, Portugal é um cardápio completo. Todos os tipos de vinhos, toda sorte de ingredientes e variedade de receitas, [ Leia mais… ]

 
EatinOut 18
[7 fev 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Tem coisa mais antiga no mundo da gastronomia do que uma roseta de tomate enfeitando um prato de frango ou de filé? Era uma das demonstrações de destreza dos chefes com a ponta da faca e durou mais de um século nas mesas de inspiração hoteleira, até que a revolução do visual dos pratos [ Leia mais… ]

 
Encharcada de ovos
[4 fev 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Pasmem: a palavra encharcada (o doce, não o particípio) não está nos dois principais dicionários brasileiros. Um lapso, quando tratamos de nomes como Aurélio, que, como todos os demais, baseia-se em antigos léxicos lusitanos, como os de Morais Silva ou de Caldas Aulete.   Ou de Houaiss, em que o lapso é imperdoável: ele [ Leia mais… ]

 
Surpresa do Esporão
[26 jan 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

      Está chegando ao Brasil uma das novidades que a Herdade do Esporão reservou para quem curte um dos ícones da garrafeira portuguesa, a aguardente velha.   Magistra no rótulo e Lourinhã na denominação, uma das três no mundo autorizadas para o destilados de vinho – Cognac e Armagnac são as outras.   [ Leia mais… ]

 
O porco alentejano
[16 dez 2011 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Os alentejanos não fazem cerimônia ao denunciar: “o presunto pata negra é feito com o nosso porco preto”. Afirmam com a tranquilidade, a segurança e a fleugma de que essa determinada certeza pouco contribuiria para a o reconhecimento da qualidade do seu rebanho suíno.   Mas enganam-se. Oficialmente, o reconhecimento já veio há 8 anos, [ Leia mais… ]

 
Bacalhau à lagareira
[6 ago 2011 | Pedro Mello e Souza | 2 comentários ]

    Bacalhau à lagareira Antiquarius   Há uma saborosa tradição por trás da decoração contemporânea do Antiquarius Grill. É o seu cardápio. E um dos ícones dessa tradição é o bacalhau à lagareira (bacalhau à lagareiro, para metade do mundo), uma receita que se perde nos perfumes do tempo e das mesas do passado, mas [ Leia mais… ]

 
Camarão à Zico
[27 mai 2011 | Pedro Mello e Souza | Um comentário ]

  No imaginário gastronômico, não há grandes relações entre a Andaluzia e Alentejo. Mas as regiãos, mais do que irmãs, são gêmeas na geografia, separadas apenas pela acidentada Estremadura espanhola; são gêmeas no clima tórrido, dos vinhos sofridos e das azeitonas gordais; são gêmeas na dominação árabe, ambas na área de influência dos mouros e [ Leia mais… ]