joomla site stats
Tag: Esplanada Grill
 
A língua das carnes
[8 jan 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  “A superfície é dourada e se mantém crepitante; a lâmina da faca desce fácil e suave; e o paladar invade a boca, em um complexo de texturas finas, de suculência perfumada e de aromas e sabores intensos e elegantes. Já na primeira garfada, o comensal pára por alguns segundos e fecha os olhos. E [ Leia mais… ]

 
Esplanada Grill, segundo O Expert
[26 jul 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

    Por André Martins, O Expert (o único crítico que paga a conta)             Quando alguém fala no Esplanada Grill você logo pensa naquele lugar onde servem uma caipivodka de cajú arrasadora, o melhor pão de queijo do Rio, uma saladinha de folhas fantástica em sua simplicidade e uma [ Leia mais… ]

 
Terra de cegas
[12 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Degustação às cegas no Esplanada Grill, o sommelier Robson nos traz aquele copo preto. Matamos que era branco, que era fresco, imaginamos um espanhol fino. Quase. Era um chardonnay da Comtes de Largeril, produtor do Pays d’Oc, sul (e sol) da França. Mais do que surpresa no paladar, no bolso: 69 reais. Não é o [ Leia mais… ]

 
Clos de la Coulée de Serrant
[27 dez 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Virou lugar comum dizer que Nicolas Joly tornou-se uma lenda entre os produtores biodinâmicos. Mas a qualidade dos vinhos que produz e a coleção de paladares, calores, texturas e sabores que esse rótulo nos traz, permite o discurso.  O toque mineral, quase xistoso, é inconfundível na região desse vinhedo, que fica em Sevinnières, no Loire. [ Leia mais… ]

 
Ovos brulés
[22 dez 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Tudo bem, Alain Ducasse, no Louis XV; Eric Ripert, no Le Bernardin e, agora, David Rumm, no Eleven, fizeram seus brulés, chegou a hora de fazermos o nosso, bem brasileiro. E na mesa, na frente do cliente, com direito a show pirotécnico: são os ovos brulés do Esplanada Grill, fritos como convém, com a gema [ Leia mais… ]

 
Asado de tira
[17 dez 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Assim mesmo, com um S só, como cantam os argentinos. Mas as denominações são várias: tira de assado, costillar, short rib, Miami rib (quando mais fino), costela de tira. Mas o fato é que esse corte que todos curtem mas pouco cobram dos restaurantes está começando a chegar no mercado. Era difícil até mesmo encontrar [ Leia mais… ]

 
A gente precisa ver o luar
[2 nov 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Os vinhos de chablis são próprios para qualquer estação quente, inclusive os rápidos “veranicos” do inverno brasileiro. Fresco, levemente mineral e de bela acidez, o rótulo chega em rótulos tradicionais como os de Christian Moreau.  É produzido com uvas chardonnay de vinhas de 40 anos de idade, que não passam por madeira, o que garante [ Leia mais… ]

 
Espetos e espetinhos
[15 set 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

O churrasquinho no espeto é um monumento da gastronomia carioca. E de caráter arqueológico, já que está na crônica das ruas do Rio de Janeiro, na arqueologia e na literatura. Era quitute de trabalhadores libertados – ou até de seus senhores empobrecidos. Em qualquer caso, a origem humilde significava riqueza de aromas – o cheiro [ Leia mais… ]

 
Dupla da África
[1 ago 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Enquanto as autoridades dos vinhos sul-africanos concentram seus esforços em São Paulo, o Rio de Janeiro faz as suas próprias descobertas, especialmente em Ipanema. Uma delas é a versão 2008 da Meerlust, com seu Chardonnay 2008, da região de Stellenbosch. Denso na cor e no paladar, é um vinho gastronômico, que pode acompanhar de peixes [ Leia mais… ]

 
Passitos largos
[22 mai 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

A primeira experiência foi em Noto, fechando um almoço com a marca do gênio (simples, portanto) do mestre confeiteiro Corrado Assenza. Seis meses depois, descubro na adega do Esplanada Grill. Passo longo, não na distância, mas no paladar, um passito. E de Pantelleria, no caso, o Bukkuram de Marco de Bartoli, que, pela evolução dos [ Leia mais… ]

 
O camaleão da adega
[12 mai 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Rico mas suave. Gentil mas com personalidade. E olha que a obrigação era dura: acompanhar uma carne de altíssimo nível. E foi surpreendente. A carne era de uma tenrura inacreditável e, tal como o vinho, com a gordura na medida. E com o mineral de um limpando o sal da outra. Não foi sorte. [ Leia mais… ]

 
Rippon
[27 jan 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Ótimo encontrar um rótulo como o Rippon na lista que a revista inglesa Decanter acaba de divulgar, com os 14 melhores sauvignon blancs da Nova Zelândia. E ótimo também o destaque que se dá a um vinho tinto em um país que as importadoras insistem em colocar como um paraíso exclusivo dos brancos – [ Leia mais… ]

 
Marcel Deiss Riesling 2008
[11 nov 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Na primeira vez, experimentei no Esplanada Grill, por indicação do sommelier, o Robson. Depois, no Le Pré Catelan, como uma das harmonias para o espetacular menu amazônico do Roland Villard. Fresca, mineral, boa estrutura e acidez, como convém a um Alsace. E concordo com o Oz Clarke, que definiu como “delightful” esse riesling do produtor [ Leia mais… ]

 
Perfil gastrô: Leo Jaime
[9 out 2012 | Pedro Mello e Souza | Um comentário ]

PERFIL GASTRONÔMICO LEO JAIME Os itens e os hábitos que integram o paladar de um personagem tão atuante nas artes – inclusive a da mesa   Laura Cavallieri   Leo Jaime nunca esteve tão presente na mídia quanto atualmente. Basta zapear o controle da televisão por alguns minutos para se deparar com o semblante sempre [ Leia mais… ]

 
Prime rib, sem cortes
[22 jun 2012 | Pedro Mello e Souza | Um comentário ]

Poderoso, opulento, suculento e muito saboroso. Esse é o ‘prime rib’, um dos mais nobres cortes que os cortes americanos e ingleses possam colher de seus gados bovinos. É o corte para grelhados por excelência e o belo desenho que proporciona, quando preparado ainda com o longo osso da costela, tornou-se o ícone dos cortes [ Leia mais… ]

 
Imagem do dia: costelão
[15 mar 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  Essa peça acima é uma das mais cobiçadas pedidas das grelhas cariocas. É um corte que, após 8 horas de forno muito lento, perde metade de seu peso em gordura, guardando somente a carne, que de tão macia, cede ao menor contato do garfo. A chegada da peça no salão do Esplanada Grill, em [ Leia mais… ]

 
O sol e o Brunello
[10 fev 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

 

 
O Barca Velha e eu
[10 fev 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

  O que vou contar pode soar estranho à leitura laica. Mas pra quem entende – e gosta -, o depoimento é lisonjeiro até para um rótulo nobre como o Barca Velha, que, descobri, está completando 60 anos de existência.   Era uma degustação vertical do vinho Barca Velha, que Antonio Campos, hoje na Zahil, [ Leia mais… ]

 
O scotch e o jerez
[27 jan 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Isso que está na foto acima é uma raridade. Trata-se de um dos mais finos Islay malt whiskies existentes, o Bruichladdich em uma série especial, envelhecida em barris em que, anteriormente, curtiu-se o vinho de Jerez do produtor Fernando de Castilla. Batizada de Sherry Special, essa tiragem de bela garrafa azul ganha complexidade e o toque [ Leia mais… ]

 
Picanha com arroz biro-biro
[11 jan 2012 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

    Há quem diga que arroz biro-biro é a versão paulistana do arroz maluco. E que remete à cabeleira confusa – e nada palatável – do Biro Biro, antigo ídolo do Corínthians e atual comentarista esportivo de uma das tevês abertas.   Os antropólogos da gastronomia das duas metrópoles poderão apurar a origem autêntica [ Leia mais… ]