joomla site stats
Tag: Vinho tinto
 
As carnes e seus vinhos
[21 mar 2017 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

    VINHOS, O NOVO PECADO DA CARNE Como diferentes uvas transformam dão nova grandeza a seu churrasco   Pedro Mello e Souza   O outono é uma temporada emblemática para os vinhos. Mais do que isso, é um ícone. E não somente porque é a época das colheitas no hemisfério norte, mas também porque [ Leia mais… ]

 
Etna: as levas do vulcão
[10 abr 2016 | Pedro Mello e Souza | 2 comentários ]

  O ambiente das vinhas no sopé do Etna é de uma beleza quase sinistra. A terra nera, que batiza alguns dos rótulos, é densa e escura como um pó de chocolate amargo. Mas suave, que cede ao passo do homem. E do tempo. Algumas ruínas pontuam a paisagem e dão o testemunho de uma [ Leia mais… ]

 
Subterra
[19 out 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Para o Halloween que se aproxima, a criatividade dos rótulos de certos vinhos vai contribuir com a escolha do jantar da festa e manter o estilo dos requerimentos assustadores da data. Um deles é o Subterra, rótulo da americana Treefort Vinyards, de Napa Valley.   Nesse rótulo, o do cabernet sauvignon da vinícola, mais do [ Leia mais… ]

 
Invejado
[14 jul 2015 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Quem precisa de alho no bolso? Basta um pouco de duas uvas alentejanas, a antiga trincadeira e a recente aliciante bouschet pra deixar todos de olho. Mas, nada a temer, já que o rótulo do Invejado já traz o antigo olho protetor dos egípcios e esse tinto leve mas de boa estrutura e de bela [ Leia mais… ]

 
Dal Pizzol Ancellotta
[28 ago 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Alegre, brilhante, esfuziante (justifico o entusiasmo mais abaixo). Esse é o resultado do uso da ancellotta, uma uva que os italianos trouxeram no início do século 19 e, lá, usam para fazer o lambrusco. Mas o espumante de lá torna-se o tinto daqui, um dos varietais da Dal Pizzol. Bela qualidade, com uma cor linda [ Leia mais… ]

 
Vinupetra
[23 ago 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Nerello mascalese e nerello cappuccio são uvas da aventura extrema de um vinhedo e da ousadia máxima de um produtor. Os vinhedos dessa casta serão os primeiros atingidos pelas próximas lavas do Etna. Sim, a leitura é correta – não são levas, são lavas mesmo, as quentes, as que tingem a terra de um negro [ Leia mais… ]

 
Monica
[19 ago 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Argiolas não é mais um ícone da Sardenha. Mas de toda a Itália. Nos brancos, com o fresco e mineral vermentino como nos tintos, com essa uva pouco badalada, arqueológica, rara e, por tudo isso entrando da moda dos fashionistas dos vinhos. É denso, de consistência frime mas não agressiva. E com um toque seco, [ Leia mais… ]

 
O aroma dos vinhos
[29 jul 2014 | Pedro Mello e Souza | Comentários desativados em O aroma dos vinhos ]

  Um breve olhar sobre o universo de sabores que só os vinhos e suas uvas podem fornecer aos limites do paladar do Homo vinicus Pedro Mello e Souza   Preste atenção nas fotografias daqueles que gostam de vinhos: ou o personagem está simulando um brinde ou fingindo que está provando. Mas se a foto [ Leia mais… ]

 
Imagina no Copo: Croácia
[9 jun 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Sim, senhor: vinho croata. Sem surpresas e cara alegre. Afinal, o mapa da Croácia está na passagem dos vinhos gregos na rota da Itália. E isso é uma história que está em qualquer copo. Além disso, a qualidade dos vinhos eslovenos, na vizinhança imediata, mostra a mesma passagem, mas em sentido contrário, na rota inversa [ Leia mais… ]

 
A Vidigueira, segundo HMR
[7 mar 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

A corrida pelo Alentejo foi assim mesmo: corrida. Quinze vinícolas em quatro dias, de alto a baixo da região. E se não conseguimos ir a boa parte da Vidigueira, então boa parte da Vidigueira veio a nós. Foi assim com a HRM, acrônimo nobre da Herdade do Monte da Ribeira. Ali, no bem arrumadíssimo núcleo [ Leia mais… ]

 
Neruda e Almaviva
[26 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Remexendo o passado, encontrei um texto que fiz para um vinho chileno, jamais me lembrarei qual. Abri com as impressões de Neruda: “Vino color de día, vino color de noche, vino con pies de púrpura o sangre de topacio, vino, estrellado hijo de la tierra, vino, liso como una espada de oro, suave como un [ Leia mais… ]

 
Unha bem feita
[21 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Durante uma degustação na Herdade do Esporão, surge a questão: o que a industria dos cosméticos não perde ao dispensar uma boa degustação de vinhos… A brincadeira serve para apontar, sem trocadilho, um dos itens de análise e até de avaliação de vinhos tintos. é a unha do vinho, nome suspeito e mal escolhido para [ Leia mais… ]

 
Herdade dos Grous
[11 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Uma pesquisa recente mostra que o Herdade dos Grous já está em sexto no paladar português, atrás apenas de ícones como Barca Velha e Pera Manca. “Logo na primeira vindima, em 2004, já conquistamos prêmios de melhor vinho pela Expovinis e pela Confraria de Enófilos do Alentejo.”, diz o enólogo Luis Duarte, que não investe [ Leia mais… ]

 
Fides na mesa de Pio
[9 fev 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Nos últimos três anos, ele esteve no Brasil pelo menos quatro vezes. Ou três, se contarmos uma tentativa, em vôo da época que um vulcão na Islândia impediu a Europa de decolar. Mas Pio Boffa está sempre em erupção – é renitente e um dos produtores mais entusiasmados com o Brasil, onde é representado pela [ Leia mais… ]

 
Herdade da Ajuda Nova
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Vendas Novas, meio caminho entre Lisboa e Évora, o portal da vibração dos vinhos alentejanos. Na Herdade da Ajuda Nova, começam bem: são121 hectares de vinhas, mais de 80% delas reservadas às tintas, especialmente trincadeira, aragonês, castelão, alicante bouschet, syrah e a agora indefectível touriga nacional. Há ainda 12 hectares de vinhas velhas, em que [ Leia mais… ]

 
O Premium da Ajuda Nova
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Vibrante, cheiroso, intenso, enfim, um vinho guloso, como dizem por lá. É um reserva 2009 que ainda tem muito a revelar das frutas que já mostrou, em corpo elegante, de taninos e acidez que ainda vão longe. Mesmo assim, foi submetido a uma prova especial: pratos consistentes como as burras (bochechas) de porco, a rabada, [ Leia mais… ]

 
Alentejo 2.0: Syrah e Touriga
[27 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Equilibrado, muito agradável, de aromas maduros de duas uvas que apontam o futuro do Alentejo, na combinação, quase meio a meio, das castas syrah e touriga nacional. Uma, pelos resultados diante dos rigores – calores, solos, secores; outra, pela potência e opulência de uma bandeira nacional, que, tal como na história de Portugal, desceu do [ Leia mais… ]

 
Xynomavro
[20 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Por incrível que pareça, é a terceira vez que falo nessa uva de nome que pode parecer estranho para nós, mas é bem simples no significado. E falo agora sobre a diferença entre antigo e antiquado. A denominação desta uva tinta é arcaica, mas seu significado atual já anda meio ultrapassado. Originalmente, xynomavro (ξινόμαυρο) significa [ Leia mais… ]

 
A máxima do Porto
[15 jan 2014 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Neste ano, no mês de julho, veremos Portugal disputando mais uma de suas muitas copas. Formalidade, já que, em muitos copos, não há disputas. É caso da Casa Fonseca. Poucos rótulos colecionam tantas notas máximas, como os 100 pontos da Wine Spectator, séries dos vintages de portos da vinícola. Mas a festa de suas conquistas [ Leia mais… ]

 
A rosa das guardas
[25 dez 2013 | Pedro Mello e Souza | Sem comentários ]

Ok, Sophia Bergqvist não é um nome de origem portuguesa – convenhamos, na área dos vinhos do porto, poucos o são. Mas o sotaque bem lusitano da proprietária da Quinta de la Rosa mostram a altivez portucalense com que a sua família comanda a vinícola há quase um século. É bem verdade que os seus [ Leia mais… ]